Sobre o Seu Olho

Glaucoma


Consiste numa doença degenerativa que afecta o nervo ótico e que pode provocar diminuição progressiva e indolor da visão.

 

Caracteriza-se numa fase inicial, pela perda de visão periférica. À medida que a doença avança a perda de visão vai progredindo, atingindo desta forma a perda de visão central numa fase terminal.

 

Esta perda de visão é irreversível, sendo importante fazer-se um diagnóstico precoce. A partir dos 40 anos de idade, devem ser realizadas consultas de oftalmologia anuais para despiste de Glaucoma.

 

Alguns dos factores de risco no desenvolvimento do Glaucoma são: antecedentes familiares da patologia, idade, miopia e pressão intra-ocular elevada. Doentes de raça negra são mais predisponentes ao desenvolvimento da patologia.

 

O diagnóstico é realizado pelo médico Oftalmologista. É realizada a avaliação da pressão intra-ocular e a observação do fundo ocular. São também realizados exames complementares de diagnóstico para especial observação do nervo ótico, nomeadamente, OCT e PEC (campos visuais)

 

Não existe cura para o Glaucoma, no entanto numa fase inicial, pode-se realizar tratamentos não para recuperar a visão perdida, mas para impedir o seu agravamento.

 

O tratamento faz-se com medicamentos de aplicação tópica (gotas ou gel) que baixam a pressão intra-ocular. Em alguns casos pode ser necessário aplicar mais do que um colírio para uma maior eficácia terapêutica.

 

Quando o tratamento farmacológico não é suficiente recorre-se a laser ou cirurgia, dependendo da progressão da doença (perda de acuidade visual, alteração do campo visual e lesão do nervo ótico).

© 2018 Rufino Silva - Clínica Oftalmológica
by INOVAnet